Prestação de Contas

Prezo pelo bom uso dos recursos públicos. É por isso que, logo quando assumi, recusei a aposentadoria especial (que passou a ser proibida com a reforma da previdência) e os auxílios que poderiam se somar ao meu salário. Invisto também parte do meu salário em projetos do mandato, como o Gabinete Itinerante.

Mesmo sendo uma das parlamentares mais atuantes e com uma equipe especializada, me comprometi com uma economia anual de 10% de verba parlamentar, para contratação de equipe, e 20% de cota, para pagamento com vôos, serviços e outros gastos operacionais. Nos dois primeiros anos de mandato devolvi aos cofres públicos R$ 860 mil do que poderia receber.

Além disso, parte do salário da deputada é investido em projetos do mandato, como o Gabinete Itinerante.

Confira o detalhamento das despesas no site da Câmara dos Deputados, clicando aqui!

Close